O que impede a sua empresa de conquistar melhores resultados?

O que impede a sua empresa de conquistar melhores resultados?

O que impede a sua empresa de conquistar melhores resultados?

De manhã você acorda, toma seu café especial da Serra da Mantiqueira, faz seu exercício aeróbico e vai para empresa cheio de expectativas e pensamento positivo. No caminho até sua fábrica, você já mentalizou as tarefas que precisa entregar e como seus clientes ficarão satisfeitos em receber as entregas nesse lindo dia ensolarado.


No entanto a realidade é um pouco mais dura que as expectativas iniciais. Logo no começo, você já chega abrindo sua caixa de e-mail e encontra um em especial dizendo que o caminhão que deveria ter saído ontem, não saiu… Houve um atraso na produção que evitou que a ordem de serviço fosse finalizada. Além da insatisfação do cliente, que já estava cobrando essa entrega há algumas semanas, você sabe que esse atraso vai custar caro. Como a entrega não foi feita a tempo, a compra de matérias-primas vai precisar ser adiada em mais alguns dias.


Esse novo adiamento das compras, dada a situação do caixa, provavelmente irá gerar novos atrasos e a necessidade de capital de giro vai continuar aumentando, como já se pode perceber há mais de 6 meses. Você sabe que esse ciclo perigoso pode levar a necessidade de empréstimos e, eventualmente, a falência do seu negócio.


Com essa mágoa no coração, você desce para o chão de fábrica e busca entender o que aconteceu. Sua primeira parada, almoxarifado. Mesmo com a queda nas vendas você se espanta com a correria que acontece nesse setor. É possível sentir no ar a pressão por resultados, já que algumas pessoas foram desligadas no mês anterior. Por isso, a maioria dos
colaboradores temem ser mal vistos e se dedicam o máximo, e isso, para eles, significa “produção a todo vapor” mesmo que seja para aumentar os níveis de estoque. Assim, você entende por que o consumo de matéria-prima é crescente apesar da queda nas vendas.


Em cada setor da produção a pressão por resultados imediatos agrava ainda mais o problema. Cada operador cria lotes grandes para que a máquina não fique muito tempo sendo preparada/configurada para iniciar a produção. Isso geralmente faz com que o operador da próxima etapa de produção espere até que o grande lote seja concluído. Para não serem pegos
de braços cruzados, alguns desses trabalhadores se protegem dessa falta insumos aumentando seus próprios estoques. Assim, você entende por que o estoque em processo está cada vez mais elevado fazendo com que seja difícil andar pela fábrica.


Infelizmente você percebe que o festival de desperdícios não para por aí. No setor de manutenção, que está com a fila cada vez maior de chamados, apesar da preocupação da equipe de manutenção com o tamanho do tempo de espera, que está deixando o pessoal da produção louco, ninguém está 100% ocupado no conserto das máquinas. Não é raro ver os mecânicos saírem do posto de trabalho para procurar ferramentas. Sem dúvida nenhuma esses “minutinhos” estão fazendo falta para a fábrica.


Já na área de inspeção e embalagem os problemas são outros. O baixo nível da qualidade faz com que grande parte dos produtos fabricados resulte na rejeição pela área de qualidade, por estarem fora das especificações estabelecidas em contrato. Problema que parece estar sendo agravado pela elevada rotatividade dos funcionários que, pelo fato de não terem recebido treinamento adequado estão cometendo erros triviais que os mais experientes já não cometem mais.


Talvez esse não seja o seu caso, no entanto se você percebe algumas dessas oportunidades na sua fábrica, existe uma grande chance de você ter excelentes resultados com um projeto de consultoria. Nos últimos projetos o retorno dos investimentos em projetos de consultoria de sido superiores a 500% ao ano. Acreditamos tanto nas nossas soluções que aceitamos a
cláusula de sucesso em nossos contratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares